Slider

Opinião

Política

Notícias

Economia

Esporte

» » » » O senador Edison Lobão afirma que enquanto não provarem que o ex-presidente Lula seja culpado ele continua sendo inocente

Integrantes da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado visitaram nesta terça-feira 17 o ex-presidente Lula na sede da Polícia Federal em Curitiba, onde realizaram uma inspeção no local.
De acordo com relato feito pelo senador Edison Lobão (PMDB-MA), que estava presente, "Lula escolheu o caminho dessa prisão para manter a sua dignidade". "Ele poderia ter tido uma outra solução. Não, ele quer que provem que ele é culpado. Enquanto isso não acontece, ele é inocente. Provará sua inocência e sairá daqui limpo como sempre foi na vida", acrescentou.
O senador Renan Calheiros (PMDB-AL) disse que Lula "não quer nenhum tipo de concessão, apenas espera um julgamento justo, em respeito à sua história e ao povo brasileiro que também confia nele".
"Encontramos o presidente Lula convicto de que vai sobretudo demonstrar a sua inocência", completou. Ao criticar o processo que condenou Lula, Renan disse ter "certeza que [o julgamento] não está seguindo o rito da legalidade". O senador também voltou a criticar a candidatura de Henrique Meirelles pelo PMDB e disse que o partido no período pós-Temer é "tenebroso".
Roberto Requião (PMDB-PR) descreveu Lula com uma "vontade inquebrantável, acreditando na sua inocência e esperando que as suas apelações sejam julgadas como consequência da sua liberação". (Com o 247)
Assista à fala dos senadores:

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply