Slider

Opinião

Política

Notícias

Economia

Esporte

» » » » O ex-presidente Lula diz que não precisa de indulto porque ele é inocente

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que é mantido como preso político desde o dia 7 de abril na sede da Polícia Federal em Curitiba, rechaçou nesta quinta-feira, 17, a possibilidade de receber um indulto presidencial contra sua condenação pelo juiz Sérgio Moro. 
"Tem que dizer para as pessoas pararem de falar em indulto para mim. Eu não aceito indulto. Indulto é para culpado, eu não sou culpado, eu sou inocente e quero provar a minha inocência", disse o ex-presidente Lula à senadora Gleisi Hoffmann, durante visita que a presidente do PT fez a Lula junto com o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, coordenador do plano de governo da pré-candidatura de Lula. "Eu quero justiça no meu processo, eu quero sair daqui com Justiça", declarou Lula ainda.
A possibilidade de indulto a Lula foi criticada também pelo ex-ministro e presidenciável do PDT, Ciro Gomes. Em entrevista na Suécia nesta terça-feira, 15, Ciro classificou a ideia como "uma loucura". "Indulto é apenas para aqueles que já foram condenados em todas as instâncias. E Lula ainda está recorrendo da decisão que o condenou. Portanto, se eu disser que daria indulto a Lula caso for eleito, Lula poderia me mandar para a puta que pariu. Ou seja, ele teria uma reação adversa, e diria, 'Porque vai me indultar? Sou inocente'", disse Ciro.
Em entrevista coletiva, Gleisi disse que o ex-presidente comentou que a situação do PIB brasileiro é "injustificável". "Como justifica? Terem tirado a Dilma para deixar o País nessa situação? Vocês têm que ir à luta", destacou Lula a Gleisi. Nessa quarta-feira, 16, o Banco Central anunciou que o Índice de Atividade Econômica (IBC-Br), uma especie de prévia do PIB, fechou o primeiro trimestre com queda de 0,13% (Com o 247). 

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply