Slider

Opinião

Política

Notícias

Economia

Esporte

» » » O jornalista Leonardo Sakamoto afirma que enquanto os juízes tem auxílio-moradia, os sem-tetos recebem bombas e balas de borracha

"O juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato, recebe auxílio-moradia apesar de possuir um imóvel próprio de 256 m² em Curitiba, conforme relatou Ana Luiza Albuquerque, na Folha de S.Paulo desta sexta (2)", reforça o jornalista Leonardo Sakamoto.
Segundo o blogueiro, "o recebimento não é automático e depende de cada juiz solicitar". "Gosto dessa ideia de combater a diferenciação entre aqueles que são iguais. Afinal se todos são iguais, devem ter acesso ao mesmo direito, não é mesmo? O artigo 6o da Constituição Federal afirma que a moradia é um direito social de todos os brasileiros. Mas, infelizmente, nem todos os brasileiros têm acesso à moradia", continua.
"De acordo com o Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), há um déficit de 500 a 700 mil unidades habitacionais apenas em São Paulo. E, no Brasil o buraco seria de 6,2 milhões de moradias. E quando brasileiros buscam a efetivação do seu direito, protestando por políticas de habitação com condições mais acessíveis de financiamento ou ocupando imóveis vazios para obrigar o poder público a se mexer, são carinhosamente tratados pela polícia com bombas, balas de borracha e cassetetes. Muitas vezes como consequência de ordens judiciais", acrescenta.
O jornalista afirma que, "enquanto a presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia, não levar a liminar concedida por Fux que libera o auxílio-moradia a todos os magistrados brasileiros à discussão do plenário, nenhum juiz deveria assinar uma reintegração de posse sequer de qualquer imóvel ou terreno ocupado por sem-teto e de qualquer área ocupada por indígenas ou outras populações tradicionais que as reivindiquem". "Isso não seria uma afronta à ordem jurídica, mas uma mera questão de reciprocidade".
Leia a íntegra no Blog do Sakamoto (Com o 247)

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply