Slider

Opinião

Política

Notícias

Economia

Esporte

» » » » O historiador Marco Antonio Villa afirma que a cantora Anitta é o melhor exemplo da decadência cultural do Brasil

O novo sucesso de Anitta, “Vai Malandra”, desagradou o historiador Marco Antonio Villa. Na manhã desta terça-feira, 9, em uma participação no “Jornal da Manhã”, da Jovem Pan, ele fez duras críticas à música, ao clipe e à artista.
Para ele, “Vai Malandra dá nojo” e “Anitta é o melhor exemplo da decadência cultural do Brasil”.
“Nós vivemos uma decadência cultural. É inquestionável, inegável. A ignorância se transformou em política oficial. Quanto mais medíocre melhor. Eu pego como exemplo essa moça. A cantora Anitta é o melhor exemplo da decadência cultural do Brasil. A música ‘Vai Malandra’ e o vídeo são uma das coisas mais racionárias que eu vi na minha vida. A desqualificação da mulher é um absurdo. Não vou chamar de versos na letra, que seria exagero. Ela está com uma bota com a bandeira do Brasil”, criticou Villa.
“Observe que há toda uma mercantilização do corpo da mulher e uma idealização da favela, que é favela mesmo, não é comunidade. É favela. Nós não podemos pelo nome transmudar, através de uma palavra, uma vergonha nacional, que é a existência das favelas. As pessoas não podem morar naquelas condições de vida terríveis, naquele espaço marcado pelo crime, não pode. As pessoas têm que morar em condições adequadas. Morar ali é impossível, e não há meio de reformá-las. O vídeo dá nojo, dá asco. Chamaram isso do ‘novo hino nacional brasileiro”, completou. (Do O Povo)

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply