Slider

Opinião

Política

Notícias

Economia

Esporte

» » » » A economista Elena Landau afirma que o PSDB está agarrado a cargos

A economista Elena Landau, ex-diretora de privatizações do BNDES no governo Fernando Henrique Cardoso, voltou a criticar o PSDB. Em entrevista ao jornal O Globo, Landau confirmou que está deixando o partido e disse que o PSDB se rendeu ao fisiologismo ao entrar no governo Michel Temer.
"Sempre fui contra a participação no governo. E se você olhar o tipo de ministério que o PSDB acabou participando, não tem determinante nenhum nas áreas de excelência do PSDB. Tinha que estar no Ministério do Planejamento, da Fazenda. Pra que Direitos Humanos, Secretaria de Governo? Para fazer exatamente o que o PSDB foi contra, que é troca de cargos, presidencialismo de cooptação", diz Landau. 
Segundo Elena Lanadau, o PSDB envelheceu. "O partido começou a perder sua essência, que para mim é ética e a modernidade de uma economia aberta, viva, sem corporativismo, sem a velha política. Ao longo de 2017 foi perdendo isso, primeiro com o evento do Aécio (Neves). Não estou julgando o Aécio juridicamente. Ele sequer é réu. A questão é que a gente precisa dar exemplo. Na política, imagem é tudo", diz a economista. 
"Eu acho que se perdeu nessa questão da ética. O segundo evento muito grave para mim foi o Aécio ter afastado o Tasso da interinidade de uma forma deselegante, autoritária", acrescenta. 
Elena Landau está de malas prontas para o Livres/ PSL (Partido Social Liberal), onde assumirá o centro de estudos e de formulação política.
Leia na íntegra a entrevista no jornal O Globo. Com o 247

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply