Slider

Opinião

Política

Notícias

Economia

Esporte

» » » » Vice-presidente nacional do PSDB e ex-governador de São Paulo, Alberto Goldman, enquadra o prefeito de São Paulo, João Doria

Vice-presidente nacional do PSDB e ex-governador de São Paulo, Alberto Goldman, divulgou um vídeo com uma tréplica, rebatendo as críticas feitas pelo prefeito de São Paulo, João Doria, também do PSDB. Em vídeo postado nas redes sociais na tarde deste sábado (07), Goldman afirma que Doria foi "raivoso, prepotente, arrogante, preconceituoso."
Na manhã deste sábado, Doria chamou Goldman, de "improdutivo" e "fracassado" ao rebater as duras críticas feitas a ele por Goldman em vídeo publicado ontem.
"Doria publica vídeo contra mim em tom bastante raivoso, prepotente, arrogante, preconceituoso. Me acusa de velho. De fato, faço essa semana 80 anos. O que é uma idade respeitável. Sou velho, mas não sou velhaco. Sou leal. Tenho dignidade, respeitado e tenho compromisso com meu povo", afirmou Goldman, que voltou a acusar Doria de usar o mandato para se lançar candidato à Presidência da República.
Ao alfinetar o prefeito, Goldman diz que “Doria não responde a questão principal que eu coloquei no meu vídeo: São Paulo ainda não tem um prefeito. O prefeito ainda não nasceu depois de nove meses em que ele tem o mandato. Nasceu, sim, um candidato à Presidência da República".
Na sexta, Goldman, de 80 anos, havia dito que “Nós, moradores de São Paulo, não temos prefeito. Temos um candidato a presidente”, ao questionar as constantes viagens de Doria pelo Brasil. Doria disputa a indicação tucana com o seu padrinho político e um dos fundadores do PSDB, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.
Goldman criticou a "falta de comprometimento com a cidade", sobretudo com o sistema público de saúde, foco da campanha de Doria. Ele acusou o prefeito de "fazer cena para os meios de comunicação, desde se vestir de gari até manipular um carrinho de concreto."
Pouco antes de Doria publicar o vídeo em seu Facebook, a Secretaria Municipal de Comunicação havia emitido nota afirmando que "só se pode lamentar o grau de desconhecimento da realidade mostrado por um político aposentado que há muito não convive com o povo", e acrescenta: "de todo modo, é preciso respeitar sua avançada idade".
Em entrevista ao site Diário do Centro do Mundo, Goldman voltou a cerrar fogo contra Doria: “Eu não posso ir para Miami, porque não tenho lá uma casa de mil metros quadrados, nem tenho avião. Minha casa é no interior de São Paulo”, diz Goldman. “Meus 50 anos de vida pública não me permitiram ter casa em Miami”, acrescentou.
Para Goldman, “Ele [Doria] é um pobre ignorante, que surfa, nada em cima de dinheiro. Acha que, por ter dinheiro, pode tudo”. O ex-governador diz que Doria é uma fraude, um enganador que usa publicidade falsa para conseguir o que quer: “Todos nós já sabíamos disso. Só o Geraldo Alckmin que não”, dispara Goldman.
Segundo o vice-presidente do PSDB, “Doria vai ter dificuldade em conseguir legenda pelo PSDB” - a briga pode ser um sinal que Doria esteja batendo asas do ninho tucano. O prefeito paulistano já foi cortejado por Michel Temer e Rodrigo Maia para disputar o pleito de 2018 pelo PMDB ou DEM, respectivamente. (Com o 247)
Assista ao vídeo em que Goldman diz que é velho, mas não velhaco:

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply