Slider

Opinião

Política

Notícias

Economia

Esporte

» » » » Antônio Palocci admite que envolveu o ex-presidente Lula para obter benefícios e ser solto

Condenado por Sergio Moro na Lava Jato, o ex-ministro Antonio Palocci decidiu mudar seu depoimento e incriminar o ex-presidente Lula em uma das ações penais em que ambos são acusados de receber vantagens indevidas da Odebrecht.

Defendido por Adriano Bretas, Palocci tenta, há alguns meses, fechar um acordo de delação premiada, mas Moro e os procuradores têm esnobado as informações, principalmente após o ex-ministro sinalizar que poderia entregar nomes do mercado financeiro e grandes grupos de comunicação.

Nesta quarta (6), Palocci disse que a compra de um imóvel para o Instituto Lula ocorreu dentro de um "pacto de sangue" que envolvia a entrega de um "presente para Lula", que é o sítio de Atibaia, entre outras vantagens ao ex-presidente, como uma "reserva de R$ 300 milhões."

No depoimento, o advogado Cristiano Zanin, que defende Lula, perguntou se Palocci agora muda sua versão dos fatos de olho em uma delação. (Fonte: 247)

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

1 comentários:

  1. Esse achado de dinheiro em malas de Gedel vai ser comparado ao helicoca, até agora ninguém foi preso e nem condenado
    .

    ResponderExcluir