Slider

Opinião

Política

Notícias

Economia

Esporte

» » » » » O grande aumento da violência em São Paulo irá dificultar a candidatura de Geraldo Alckmin à presidência da República

Por Marli Moreira, repórter da Agência Brasil - Balanço divulgado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) do estado de São Paulo mostra que os casos de latrocínio (roubo seguido de morte) aumentaram 25,15% (de 163 para 204) no estado, ao longo do primeiro semestre. Nesse período, 207 pessoas morreram durante assaltos, 23,21% mais do que de janeiro a junho do ano passado. Só na cidade de São Paulo, houve alta de 45,10% com 74 assassinatos do gênero.
O principal alvo dos bandidos têm sido as abordagens para o roubo de cargas. Estas ações avançaram 23,17% com registro de 5.417 ocorrências. Os roubos em geral tiveram um pequeno crescimento, de 0,68%, totalizando 161.819 casos, dos quais metade foi na capital paulista (80.724), onde estas ações aumentaram 3,29%.
Automóveis
Já os roubos de veículo diminuíram 8,59% e atingiram o menor número desde 2010 com 34.702 registros. Os furtos de veículos – quando o carro é levado na ausência do proprietário – também apresentaram recuo de 6,09%, com 52.938 carros subtraídos. Na capital paulista, os roubos tiveram redução de 10,51% com 16.507 ocorrências, a mais baixa desde 2008, quando foram registrados 15.537 casos.
Bancos
Também caiu em 12,31% o total de roubos a banco (de 65 para 57) e quase à metade (-42,86%) as extorsões mediante sequestro, passando de 14 para oito casos. Em ambos os casos, os números foram os menores desde 2001.
Homicídio doloso
O total de homicídios dolosos (quando há intenção de matar) teve redução de 3,82% com 1.662 vítimas, o menor número da série histórica, iniciada em 2001. No entanto, quando comparados os registros de junho de 2017 com o mesmo mês do ano passado, houve aumento de 3,86% com 242 casos e um total de 258 pessoas assassinadas. Na capital paulista, a queda foi mais expressiva (-17,51 %), com 358 casos registrados e 390 pessoas assassinadas (-13,53 %).
Estupros
O primeiro semestre de 2017 teve aumento no número de estupros registrados. Foram contabilizados 5.280 casos, 11,49% a mais do que nos primeiros seis meses do ano passado. Na capital paulista, também houve alta de 12,51% nas ocorrências de estupro com 1.187 registros.
Flagrantes
As prisões em flagrante no estado de São Paulo somaram 95.609 casos no primeiro semestro do ano, dos quais 16.206 apenas em junho. Somente na cidade de São Paulo, foram 20.570 prisões. As prisões em flagrantes por tráfico de entorpecentes atingiram recorde, com alta de 2,39% em relação ao mesmo período do ano passado e 24.448 autuações feitas por meio de ações tanto da polícia civil quanto militar. Só em junho último, foram presas 4.114 pessoas por este tipo de crime.
Ao longo do semestre, foram apreendidas 7.958 armas de fogo ilegais, sendo 1.305 armas apenas em junho.
Edição: Denise Griesinger

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply