Slider

Opinião

Política

Notícias

Economia

Esporte

» » » » Economista, professora da USP, afirma que no futuro a reforma trabalhista irá frustrar os empresários

Em artigo na Folha de S.Paulo, a economista Laura Carvalho, que é professora do Departamento de Economia da FEA-USP com doutorado na New School for Social Research (NYC), analisa a aprovação da nova reforma trabalhista e diz que no futuro até mesmo os empresários serão prejudicados com as novas leis.
"Todo empresário sabe que reduzir o custo com a mão de obra é uma forma muito eficaz de ganhar competitividade em relação aos seus concorrentes e/ou aumentar seu lucro", diz Laura.
"Mas, se uma mudança reduz o custo com a mão de obra de todos os empresários ao mesmo tempo, não é possível ganhar competitividade em relação aos concorrentes nacionais".
"Em outras palavras, de nada adianta ter uma fatia maior de um bolo menor. É por essas e outras que a reforma trabalhista aprovada na terça-feira (11) pelo Senado deve, no futuro, decepcionar até mesmo o empresários que a apoiaram. Na verdade, iludem-se os que hoje acham que só os trabalhadores pagarão o pato", conclui Laura Carvalho. (Com o 247)

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply