Slider

Opinião

Política

Notícias

Economia

Esporte

» » » » A senadora Kátia Abreu lembra a proximidade entre Michel Temer e Joesley Batista



A reação de Michel Temer às declarações do empresário Joesley Batista, que o chamou de chefe da "maior e mais perigosa quadrilha do País" não passou despercebida pela senadora Kátia Abreu (PMDB-TO). 
Ex-aliada de Temer, Kátia usou de ironia para expor a relação de proximidade entre Temer e Joesley, negada pelo peemedebista. "Foi no casamento, usou seu avião e o recebeu na sua casa as altas horas. Agora descobriu que é bandido? Criminoso contumaz? Interessante", disse Kátia em sua conta no Twitter. 
Em reação à entrevista de Joesley à revista Época, Temer anunciou que processaria o empresário por calúnia e danos morais. O colunista Bernardo Mello Franco, da Folha, ironizou a ação, questionando se Temer queria receber o dinheiro da indenização em dinheiro numa mala.
O desprestígio de Temer foi tamanho que a Justiça Federal em Brasília entendeu que Joesley não cometeu injúria nem difamação ao chamá-lo de chefe de quadrilha e negou pedido de queixa-crime de Temer. 
A senadora Kátia Abreu também comentou a derrota de Michel Temer no Senado, cuja Comissão de Assuntos Sociais (CAS) rejeitou o projeto de reforma trabalhista. Para a parlamentar, a matéria é como uma "carta branca a um governo que não existe mais". A peemedebista ainda disse que a base está "amordaçada" diante dos escândalos de corrupção.
Kátia criticou ainda o silêncio da atual base governista diante dos escândalos de corrupção que atingem diariamente o Palácio do Planalto. Para Kátia Abreu, os aliados do presidente não têm "condição moral de subir à tribuna e dizer que fazem parte de um governo corrupto".
"Por que todos esses que criticaram tanto a presidente Dilma [Rousseff] e a corrupção que teria sido praticada pelo seu governo não fazem a mesma coisa agora? Por que não dizem uma palavra sequer? Por que não sobem à tribuna para fazer a sua verborragia, como fizeram no passado? Tantos heróis da honestidade, do caráter e da ética, que hoje estão todos murchos, calados e amordaçados", criticou Kátia Abreu. (Com o 247)

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply