Slider

Opinião

Política

Notícias

Economia

Esporte

» » » » Ciro Gomes afirma que é hora de mudar o que está aí na presidência, mas não se deve dar espaço ao PSDB

O pré-candidato à presidência em 2018 Ciro Gomes defende que é hora de mudar o que está aí na presidência, mas não voltar o que estava, e nem dar espaço ao adversário histórico do PT, o PSDB.
"Eu acho que aquilo que eu falei, o mais do mesmo, ou essa radicalização PSDB e PT, já exauriram o ciclo. É preciso dar passagem, não digo para uma candidatura como a minha, mas é preciso dar passagem para um novo projeto", afirma, em entrevista ao portal Huffington Post.
Ele admite abrir mão da possibilidade de se candidatar caso o ex-presidente Lula decida concorrer ao cargo no ano que vem, mas deixa claro que é contra a candidatura petista. "Nada contra o Lula, apenas acho que está na hora de encerrar essa briga PT e PSDB e colocar um projeto novo", opina.
Para Ciro, "Temer está agravando os problemas". "Existe um conflito distributivo no País e quem está mandando com o Temer é o baronato, o baronato financeiro", alerta.
O governo de coalizão, em sua avaliação, "é o caminho certo para o fracasso". "Esse modelo é uma mentira do Fernando Henrique que o Lula replicou. A Dilma caiu por isso; porque resolveu conciliar com bandido, com Eduardo Cunha", lembra.
Ao criticar o prefeito de São Paulo, João Doria, que se diz um não político, Ciro dispara: "Mil vezes, na minha opinião, um Bolsonaro do que um enganador desse tipo".
Segundo ele, anistiar o caixa 2 no Brasil "é um escárnio com a população brasileira". "Tecnicamente, você pode até estabelecer uma distinção. Mas não estamos em um momento técnico, muito menos de tecnicalidade polêmica", diz. (Com o 247)

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply