Slider

Opinião

Política

Notícias

Economia

Esporte

» » » » A jornalista Míriam Leitão atribuiu o rombo no Orçamento a aumentos de Michel Temer para os servidores públicos

Em sua coluna nesta quinta-feira, a jornalista Míriam Leitão atribuiu o rombo no Orçamento a aumentos de Michel Temer para os servidores.
"O governo Temer também está pagando a conta dos aumentos salariais que concedeu quando tomou posse. Na época, justificou a medida dizendo que os gastos já estavam 'acordados' e no 'orçamento'. Segundo o economista Fábio Klein, da Tendências Consultoria, as despesas com pessoal e encargos sociais terão aumento de 5,7% este ano, com crescimento real, porque ficará acima da inflação prevista pelo mercado, de 4,3%. Na ponta do lápis, o aumento chegará a R$ 27 bilhões sobre o ano passado. São despesas fixas, que não podem ser reduzidas e engessam ainda mais o Orçamento. A Tendências não acredita que o governo consiga cumprir a meta deste ano, de um déficit de R$ 139 bilhões. Avalia que o rombo será maior, de R$ 148 bi.
Míriam ressalta também que o Planto mentiu ao dizer que não subestimaria a arrecadação e nem aumentaria impostos.
"O rombo de R$ 58,2 bilhões é resultado de o governo ter superestimado receitas quando fez o Orçamento. E esse governo disse que não faria isso. Os ministros da área econômica já apontaram também um caminho que durante algum tempo disseram que não iriam trilhar: o aumento de impostos. Devem aumentar alíquotas de PIS, Cofins e IPI."%. Na ponta do lápis, o aumento chegará a R$ 27 bilhões sobre o ano passado. São despesas fixas, que não podem ser reduzidas e engessam ainda mais o Orçamento. A Tendências não acredita que o governo consiga cumprir a meta deste ano, de um déficit de R$ 139 bilhões. Avalia que o rombo será maior, de R$ 148 bi." (Com o 247)

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply