Slider

Opinião

Política

Notícias

Economia

Esporte

» » » » Na Odebrecht, os funcionários roubavam até as propinas para a corrupção

Reportagem do Valor desta terça (3) mostra que a Odebrecht até topou entregar à Lava Jato e consequentemente à midia alguns detalhes sobre pagamento de propina a políticos e agentes do governo federal. Porém, a empreiteira reluta em deixar escapar dados sobre uma investigação interna para chegar aos executivos que desviavam o dinheiro do departamento de propina.

Segundo a matéria, foi só a partir da Lava Jato que "grandes empreiteiras, entre elas a Odebrecht, começaram a identificar casos em que funcionários responsáveis por operar o pagamento de propina acabavam embolsando parte do dinheiro, desviado para contas no exterior ou benefícios pessoais."
No caso da Odebrecht, "enquanto algumas delações já vieram à tona, os dados sobre as infrações cometidas dentro de casa são mantidos cuidadosamente sob sigilo." A empresa também não quer comentar este assunto.

As primeiras evidências de desvio de propina pelos empresários foram detectadas no vazamento do Swissleaks. Uma conta bancária de executivo da Odebrecht na Suíça foi encontrada, recheada com propina do esquema na Petrobras. Entre os executivos suspeitos está um da alto escalão da construtora.

Segundo o Valor, advogados discutem o que fazer com essa informação. "Alguns defendem que as empresas poderiam entrar na Justiça com ação de ressarcimento para cobrar a quantia extraviada pelos funcionários" e falam em alegar "apropriação indébita". Outros acham que tentar recuperar desvio do desvio é "extravagante". (Do GGN)

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply