Slider

Opinião

Política

Notícias

Economia

Esporte

» » » » » Secretário de João Doria afirma que a Virada Cultural vai para o Autódromo por causa da galera que vem da periferia

Fabio Santos, que será o secretário da Comunicação da gestão de João Doria, afirmou que um dos motivos para o governo tucano levar parte da Virada Cultural para o Autódromo de Interlagos é "a galera que vem da perifa".
"Na Virada, o que acaba acontecendo —me perdoe a crueza— é que você tem uma galera que vem da perifa, alguns organizados para fazer isso Você deve ter visto em alguns momentos aqueles arrastões que eles fazem nas ruas transversais que ligam a praça da República ao viaduto do Chá", disse.
Ele diz que "o problema da Virada é que a Polícia Militar não tem capacidade de controlar os pontos de acesso [às atrações], que são os mais variados".
Na manhã de terça, o cineasta André Sturm, que assumirá a secretaria de Cultura na gestão de Doria, afirmou que "a Virada Cultural não vai acabar; vai melhorar". Sturm disse ainda que Interlagos será apenas um dos locais e que continuará a haver atividades no centro.
"Em vez de oito ou dez megapalcos que atraem uma multidão que fica perambulando pelo centro, haverá grandes shows em Interlagos, com mais conforto, segurança, área de alimentação, banheiros e até área para dormir, se as pessoas quiserem", afirmou.
Suas afirmações, contudo, contradiziam o que fora anunciado por Doria na segunda (5). Durante evento na Fecomércio o prefeito eleito afirmou que a Virada Cultural será deslocada "para um único local e não vai ser no centro da cidade".
"Vamos fazer a Virada Cultural acontecer em Interlagos, 24 horas, com segurança, com transporte, com conforto e sem os transtornos que, infelizmente, pela dimensão que ela assumiu ela proporciona. Ela vai manter tudo de bom que ela sempre teve, sem os aspectos ruins em Interlagos", disse Doria. (Com o 247)

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply