Slider

Opinião

Política

Notícias

Economia

Esporte

» » » » O jornal O Estado de São Paulo diz que em 2017 a Lava Jato irá focar também nas gestões do PSDB


Uma reportagem dos jornalistas Fábio Serapião e Ricardo Brandt aponta que a Lava Jato atuará em pelo menos mais sete estados em 2017, com foco em obras com as dos estádios da Copa e do metrô de São Paulo, cujo governador, Geraldo Alckmin, do PSDB, aparece como "santo", nas planilhas da Odebrecht.
 
"Após os desmembramentos impostos pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e o compartilhamento de informações com o Ministério Público de outros estados, operações “filhotes” da Lava Jato já apareceram em São Paulo (Custo Brasil), Rio de Janeiro (Irmandade, Pripyat e Calucite), Goiás (O Recebedor e Tabela Periódica), Pernambuco (Vidas Secas e Turbulência), Rondônia (Crátons) e no Distrito Federal (Janus). Com a delação da Odebrecht esse número deve quase duplicar. Apenas nos documentos apreendidos na 35ª fase, a Ommertá, os investigadores encontraram e-mails e pedidos de pagamento via o Setor de Operações Estruturadas, o departamento da propina, atrelados a 38 projetos espalhadas em 10 estados – RJ, SP, BA, RS, PE, RN, PR, CE, PI e ES. São obras que vão desde o metrô em São Paulo e Rio de Janeiro aos estádios da Copa do Mundo em Pernambuco, Rio e Bahia", diz o texto.

"Com essa convergência de fatores, a expectativa dos investigadores é que em 2017 os números da operações batam novo recorde."

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply