Slider

Opinião

Política

Notícias

Economia

Esporte

» » » » Técnicos do Palácio do Itamaraty são contra, corretamente, o plano do José Serra de não exigir vistos de norte-americanos

Técnicos do Palácio do Itamaraty estão se opondo ao projeto de lei que tramita na Câmara, apoiado pelo chanceler José Serra, que concede vistos para cidadãos dos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Japão sem que haja nenhuma reciprocidade para brasileiros. 
Diplomatas ouvidos pelo jornal Estado de S. Paulo se opõe por considerá-la inócua e inábil do ponto de vista político. Segundo os diplomatas, a isenção unilateral na concessão de vistos reduz o poder de barganha do Brasil em negociações futuras. E não tem o impacto desejado sobre o turismo.
"No caso dos Estados Unidos, existe agravante de o país estar em um processo de transição para um governo que ameaça deportar imigrantes sem documentação, entre os quais milhares de brasileiros. Além disso, a taxa de rejeição na concessão de vistos para brasileiros pelo país subiu de 4%, no ano passado, para 22% atualmente. Uma fonte do Itamaraty reforçou não ser recomendável a aprovação de uma isenção unilateral neste momento", diz a reportagem. 
Na avaliação dos diplomatas, o fluxo de turistas é determinado por outros fatores, além da facilidade de obtenção de visto, entre os quais campanhas de promoção, segurança e estrutura para receber visitantes. Eles argumentam ainda que o prazo de concessão de vistos para cidadãos americanos é de poucos dias e, em muitos casos, chega a ser de 24 horas.
Leia mais sobre o assunto. 

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply