Slider

Opinião

Política

Notícias

Economia

Esporte

» » » Colunista da Folha de São Paulo afirma que a eleição de Crivella no Rio é o marco do início da ascensão dos pastores na política

"A eleição de Marcelo Crivella é um marco na ascensão dos pastores evangélicos na política brasileira. Sua vitória deve abrir uma nova trincheira para a atuação das igrejas neopentecostais, que concentram esforços na eleição de parlamentares desde a década de 1990. Embora Crivella afirme não misturar política com religião, sua gestão será vista como laboratório de um plano maior. Há cinco anos, ele afirmou a uma plateia de pastores que só virou candidato por ordem da Universal", analisa o colunista Bernardo Melo Franco, na Folha de S.Paulo, a respeito da vitória do senador e bispo licenciado da igreja Universal no segundo turno nas eleições do Rio, segunda maior cidade do Brasil. 
C"rivella é filiado ao PRB, partido controlado pela Universal e ligado à TV Record. Ele é tão pragmático quanto sua igreja. Disputou várias eleições em aliança com o PT, foi ministro da Pesca no governo Dilma Rousseff e votou a favor da abertura do processo de impeachment.
Hoje, seu partido integra a base do governo Michel Temer. O ministro do Desenvolvimento, Marcos Pereira, também é bispo da Universal.
Crivella chegou ao Congresso graças à fama como cantor gospel. Na primeira corrida ao Senado, em 2002, era praticamente desconhecido fora do meio evangélico. Mesmo assim, venceu políticos experientes como Leonel Brizola e Artur da Távola.
Depois disso, disputou em quase todas as eleições majoritárias no Rio. Perdeu duas vezes para governador e duas para prefeito antes de superar Marcelo Freixo (PSOL) neste domingo (30).
Responsável pela expansão da Universal na África, Crivella levou a oratória do púlpito ao palanque. Seus pronunciamentos são pontuados por metáforas bíblicas e costumam afirmar valores conservadores, como a defesa da família tradicional e a proibição do aborto." (Com o 247)

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply