Slider

Opinião

Política

Notícias

Economia

Esporte

» » » A Justiça Federal investiga Moreira Franco por corrupção na Caixa Econômica Federal

O Ministério Público Federal do Rio de Janeiro investiga um “erro” no sistema de informática da Caixa Econômica Federal que pode ter causado um prejuízo de R$ 1 bilhão ao banco. O problema aconteceu em 2008 e 2009, exatamente no setor que era comandado pelo atual secretário de PPI (Programa de Parcerias e Investimento), Moreira Franco. Quando o caso veio à tona, o deputado cassado Eduardo Cunha chegou a sugerir o envolvimento de Franco, diz o Estado de S.Paulo.
"Entre setembro de 2008 e agosto de 2009, a falha no sistema permitiu que corretoras comercializassem títulos “podres” (de difícil recebimento) assegurados pela Caixa por valores muito acima o mercado.
O setor no qual ocorreu a falha é vinculado à vice-presidência de Loterias e Fundos de Governo, à época ocupada pelo atual secretário de PPI e braço direito do presidente Michel Temer, Moreira Franco. Descoberto o problema, os compradores entraram na Justiça contra o banco para cobrar prejuízo."
Na ocasião, Cunha insinuou a participação de Moreira Franco, abertamente seu desafeto.
Por meio de sua assessorai Moreira Franco disse que a falha aconteceu em uma empresa de informática terceirizada e que, à época do problema, o banco apresentou queixa-crime aos órgãos responsáveis por investigar o caso —Polícia Federal, Ministério Público Federal e CVM (Comissão de Valores Mobiliários). (Com o 247)

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply