Slider

Opinião

Política

Notícias

Economia

Esporte

» » » Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) diz que o impeachment da Dilma Rousseff foi um “tropeço na democracia”

Revista Fórum - Nesta segunda-feira (26), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, durante aula na Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, na Universidade de São Paulo (USP), onde leciona, classificou o impeachment da presidente eleita Dilma Rousseff como um “tropeço na democracia”.
“Esse impeachment, todos assistiram e devem ter a sua opinião sobre ele. Mas encerra exatamente um ciclo, daqueles aos quais eu me referia, a cada 25, 30 anos no Brasil, nós temos um tropeço na nossa democracia. Lamentável”, afirmou. Lewandowski disse ainda que os universitários talvez possam garantir um futuro melhor: “quem sabe vocês, jovens, conseguem mudar o rumo da história”.
Além disso, o ministro também comentou, no âmbito jurídico, sobre as mudanças na educação propostas pelo governo de Michel Temer. “Reforma do Ensino Médio por medida provisória? Alguns iluminados se fecharam num gabinete e decidiram ‘Vamos tirar educação física, artes’. Nem projeto de lei foi. Não se consultou a população”, ressaltou.
Confira no áudio abaixo:

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Como guardiões da Constituição, os ministros do STF não fizeram nada para evitar esse "tropeço". Deixaram, simplesmente, acontecer, mesmo sabendo que a Presidenta não havia cometido crime de responsabilidade. Então Vv Exas. são cúmplices do golpe! Grotesco foi ver, dois dias após o impeachment, o governo golpista e usurpador de Temer sancionar lei que autorizava pedaladas fiscais. Temos que torcer para que os jovens universitários possam, realmente, no futuro, recuperar um pouco dessa decisão vergonhosa que os covardes de hoje não tiveram coragem de tomar em prol da democracia.

    ResponderExcluir