Slider

Opinião

Política

Notícias

Economia

Esporte

» » » » » Ciro Gomes diz que se perceber que o Lula seja vítima de injustiça irá sequestrar o ex-presidente e entregar em uma embaixada

Con'jur - Ciro Gomes (PDT), que foi ministro da Integração Nacional no primeiro governo de Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou que se houver indícios de que seu ex-chefe será preso injustamente, ele irá "sequestrar" o petista e colocá-lo em uma embaixada, onde ficará fora do alcance da Justiça brasileira.
Nesse plano, Ciro  que recentemente disse que "será candidato a presidente em 2018 se o Lula não for"  formaria um grupo de defesa do líder do PT. Segundo o ex-ministro, juristas avaliariam quando seria hora de agir para proteger Lula.
“Eu quero me voluntariar para formar um grupo, com juristas nos assessorando, que se a gente entender que o Lula pode ser vítima de uma prisão arbitrária, a gente vai lá e sequestra ele e entrega ele numa embaixada. Isso eu topo fazer”, declarou Ciro Gomes no vídeo abaixo.
Réu na "lava jato"
Lula virou réu na operação “lava jato”, junto com a mulher, Marisa Letícia, e outras seis pessoas, nessa terça-feira (20/9), após o juiz federal Sergio Moro aceitar denúncia do Ministério Público Federal contra ele.
Para os procuradores, o ex-presidente cometeu os crimes de corrupção passiva qualificada e lavagem de dinheiro ao receber um triplex no Guarujá (SP) e o armazenamento de seus pertences da empreiteira OAS. As vantagens, que somam R$ 3,7 milhões, seriam uma contrapartida pela obtenção fraudulenta de contratos da Petrobras, destaca o MPF.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply