Slider

Opinião

Política

Notícias

Economia

Esporte

» » » » O escritor Paulo Coelho diz que o Eduardo Cunha deixa a "conta da História para os pau-mandados"

O escritor Paulo Coelho deu parabéns ontem ao deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), responsável pelo pontapé inicial do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, e disse que o ex-presidente da Câmara deixa a "conta da História para os pau-mandados".
A frase foi publicada por Paulo Coelho no Twitter. O escritor brasileiro mais lido no mundo é um crítico ferrenho do impeachment de Dilma.
Ele republicou, também nesta segunda-feira, enquanto Dilma estava no Senado, uma mensagem do jornalista e diretor de TV Ricardo Soares que destacava que há 49 senadores investigados de um total de 81. E que são esse "elementos" que julgam Dilma.
No último sábado, o escritor rebateu uma publicação do colunista de Veja Felipe Moura. "Cardozo começa sessão deste sábado citando editorial do jornal socialista Le Monde. É como citar a Carta Capital ou qualquer blog petista", dizia a frase de Moura. Paulo Coelho respondeu: "Isso diz mais sobre você do que sobre o @lemondefr, considerado um dos 8 melhores jornais do mundo. (Com o 247)

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply