Slider

Opinião

Política

Notícias

Economia

Esporte

» » » Na delação de Marcos Valério na Lava Jato terá nomes do governo Temer

O advogado responsável pelas negociações da delação premiada de Marcos Valério com o Ministério Público de Minas Gerais afirma que ele promete revelar “entre 15 e 20” autoridades, que incluiriam atuais integrantes do governo do presidente interino Michel Temer, políticos do PT, do PSDB, do PMDB e de outras siglas, em troca benefícios.

São pessoas que teriam ligação com crimes do chamado mensalão mineiro, que envolveu o então governador Eduardo Azeredo (PSDB), do mensalão do PT e da Lava Jato. "Tem gente sobre quem ele pode falar e ainda não apareceu", disse Jean Robert Kobayashi, em entrevista ao Valor.

"Tem deputados estaduais, federais, senadores e ex-senadores. Alguns não teriam sido reeleitos se ele já tivesse feito a delação", disse o advogado. "Tem também gente do atual governo de Michel Temer".

A Lava Jato já derrubou três ministros de Temer: Henrique Eduardo Alves (PMDB), do Ministério do Turismo, Romero Jucá, ex-titular do Planejamento, e Fabiano Silveira, que chefiava a pasta da Transparência.


Valério foi condenado em 2012 a 37 anos de prisão pelo esquema do chamado mensalão do PT (leia aqui).

Com o 247

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply