Slider

Opinião

Política

Notícias

Economia

Esporte

» » » » Lula: "Nós estávamos governando há 13 anos. É o maior período de governo de esquerda eleito democraticamente no mundo. E isso incomoda!"

O ex-presidente Lula participou nesta sexta-feira (29) do 18º Congresso Nacional da União da Juventude Socialista (UJS), em São Paulo. No ato, ele defendeu que os militantes pressionem os senadores a votarem contra o impeachment.

"O que devemos fazer é coagir politicamente. Através do celular, de todos os instrumentos, começar a perguntar para cada senador se ele tem noção do gesto que ele vai fazer ao cassar a Dilma. Temos que mostrar para eles que eles estão cometendo uma crime, um crime contra a democracia", afirmou.

Para Lula, o golpe contra Dilma é "mais rasteiro" do que o golpe militar. "Aproveitaram o momento que a economia não está boa, que a presidente não estava bem avaliada, e inventaram um crime de responsabilidade, para cometer um crime político", disse. "O que estão fazendo é uma vergonha contra a nossa geração", afirmou.
Abaixo os principais trechos do discurso:
"Estamos a poucos dias da votação no Senado sobre o impeachment. Todos nós sabemos que estão faltando seis votos para barrar e Dilma voltar. O problema é que o povo não aguenta ir para a rua todos os dias";
"Tinha senador que me dizia que uma coisa é a admissibilidade e a outra é o mérito. Como a gente coloca na retranca. Não é xingando. Eles não ouvem. O nosso grito não ressoa em Brasília. O que devemos fazer é coagir politicamente. Através do celular, de todos os instrumentos, começar a perguntar para cada senador se ele tem noção do gesto que ele vai fazer de cassar a Dilma. Temos que mostrar para eles que estão cometendo uma crime, um crime contra a democracia. Nós precisamos fazer com que eles se sintam culpados, por mais conservadores que eles sejam"
"O golpe não é um golpe militar, é um golpe parlamentar. É bom que vocês saibam a história. Foi uma vingança do Cunha. O que eles estão fazendo hoje é cínico e rasteiro. Eles estão cometendo um crime político de tirar uma presidente eleita que não cometeu crime"
"O Temer sabe que o que eles estão fazendo é um julgamento totalmente político. É um crime. Ele não se submeteu ao voto do povo"
"O que eles não percebem é que eles precisam falar com a consciência desse país, que é isso que eles estão fazendo é uma vergonha para a nossa geração"
"Nós estávamos governando há 13 anos. É o maior período de governo de esquerda eleito democraticamente no mundo. E isso incomoda!"
Do 247

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

1 comentários: