Slider

Opinião

Política

Notícias

Economia

Esporte

» » Por quais razões o Ministério Público Federal não vai aceitar delação premiada de Eduardo Cunha?

Integrantes do Ministério Público Federal mandaram um recado pelo colunista Lauro Jardim, do Globo. Em uma nota publicada nesta quarta-feira 29, o jornalista afirma que são grandes as chances de uma possível delação premiada de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) não ser aceita.
Entre os motivos estaria o de que o deputado afastado pode ser um troféu para os procuradores na Operação Lava Jato, e com a delação, ele poderia se livrar da prisão. Outra razão, de acordo com o colunista, é de que, a essa altura, Cunha teria capacidade reduzida de entregar peixes grandes.
"De que adianta ele delatar 80 deputados do baixo claro?", teriam questionado membros do MP. Outra nota sobre o tema, publicada na coluna Painel, da Folha, diz que Cunha concluiu que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, dificilmente aceitaria uma proposta sua de delação premiada.
O jornalista Fernando Brito, do Tijolaço, questiona: "Estranha lógica a dos 'fiscais da lei': 'só' oitenta cidadãos que têm o direito de decidir, com seu voto, como serão as leis do país, os direitos do povo e o destino dos dinheiros públicos? Ou será que suas excelências se preocupam que Cunha, delatando, fale dos peixes grandes com os quais conversava como chefe do cardume?" Leia mais aqui.
Do 247

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply