Slider

Opinião

Política

Notícias

Economia

Esporte

» » » » O novo presidente dos Correios é investigado pela Polícia Federal por falsificação de assinaturas

O novo presidente dos Correios, Guilherme Campos Júnior, presidente em exercício do PSD e nomeado na semana passada para o cargo, é investigado pela Polícia Federal por falsificação de assinaturas. A investigação, que corre em segredo de Justiça, apura supostas falsificações de eleitores na criação do PSD, em 2011.

O PSD foi criado oficialmente em 2012 pelo então prefeito de São Paulo (SP) e atual ministro da Ciência, Tecnologia e Comunicações, Gilberto Kassab. Campos Júnior nega as irregularidades. O Ministério Público Eleitoral de São Paulo (MPE-SP) abriu, em 2011, inquérito para investigar as suspeitas de falsificação das assinaturas remetidas à Justiça Eleitoral e que resultaram, na criação da legenda.

Dentre as irregularidades investigadas estavam a assinatura de eleitores que haviam falecido anos antes do surgimento do partido. Na época, Kassab chegou a afirmar que o fato de eleitores já falecidos na lista de criação do partido era "uma imperfeição".

Inquérito contra o presidente dos Correios tramitou no Supremo Tribunal Federal (STF) entre os anos de 2012 e 2015. Na época ele exercia o mandato de deputado federal e prestou depoimento à Procuradoria Geral da República (PGR) sobre o caso. Como em 2015, ele não conseguiu se reeleger perdeu o foro privilegiado. As investigações então foram encaminhados à Justiça Eleitoral de São Paulo.



Do 247



«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply