Slider

Opinião

Política

Notícias

Economia

Esporte

» » » A delação premiada que o empresário Marcelo Odebrecht está causando medo em boa parte dos políticos

A delação premiada que o empresário Marcelo Odebrecht negocia com o Ministério Público Federal em Curitiba está causando receio não apenas nos delatados, mas dentro do próprio MPF. 
Os procuradores estão se perguntando se as instituições serão capazes de absorver o "gigantesco impacto" que causará o que já foi entregue pela empreiteira e o que ainda está sendo negociado.
A delação de Marcelo Odebrecht, que está preso há mais de um ano, não poupa nenhum Poder da República ou partido político e há a preocupação de que, quanto mais robusta e ampla se tornam as revelações do maior empreiteiro do País, mais inviável ela pode vir a ser na hora da homologação pelo Supremo Tribunal Federal. 
A Construtora Odebrecht tem 15 divisões em duas dúzias de países, 130 mil empregados e a responsabilidade pela maior parte das obras da Olimpíada do Rio de Janeiro de 2016. Se os executivos da empresa decidirem contar tudo, poucas pessoas duvidam que a maior parte da elite política irá cair, já que muitos de seus membros foram apontados em documentos apreendidos na empreiteira como supostos beneficiários de propinas.
Nesta semana, o procurador da força-tarefa da Lava Jato Carlos Fernando dos Santos Lima se apressou ao negar que haja qualquer movimentação por delação premiada envolvendo Marcelo Odebrecht. "Marcelo Odebrecht nunca disse uma palavra a nós, não conversou com nenhum promotor sequer", afirmou Lima à Reuters. Ele disse ver duas possibilidades no caso de Marcelo. "Ou alguém está tentando forçar um acordo conosco, o que simplesmente não irá funcionar, ou, o que é ainda mais hipócrita, alguém está divulgando informações falsas na esperança de que isso destrua qualquer acordo, na esperança de que Marcelo fique quieto."
Do 247

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply