Slider

Opinião

Política

Notícias

Economia

Esporte

» » » Senador Roberto Requião (PMDB-PR): “Europa e América Latina rejeitam golpe no Brasil”

O senador Roberto Requião (PMDB-PR), copresidente da Eurolat — organismo que reúne os parlamentos latino-americanos e o parlamento Europeu –, disse nesta segunda-feira (16), em Lisboa, Portugal, que o organismo multilateral rejeita o golpe de Estado ocorrido no Brasil.
“Na sessão latina da Eurolat rejeição absoluta em relação à troca de poder no Brasil”, afirmou Requião na véspera da assembleia geral conjunta com o parlamento europeu.
“Amanhã, ao lado de Ramon Jauregui, falo na abertura da Eurolat em Lisboa. Como sempre darei clareza ao que penso”, adiantou Requião, que lidera uma comitiva de senadores brasileiros além-mar.
Para Requião, não se pode mudar política econômica desenvolvimentista ‘votada’ por outra neoliberal ‘sem consulta’ e autorização popular. “A eleição resolve isso”, opinou.
O colegiado conjunto – europeu e latino — deverá emitir nesta terça uma moção contrária ao golpe parlamentar, jurídico e midiático no Brasil. Será mais um revés na diplomacia no governo interino de Michel Temer (PMDB), que segue isolado no plano internacional.
As senadoras Gleisi Hoffmann (PT-PR)Lídice da Mata (PSB-BA) e Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), participaram hoje do Fórum de Mulheres do Eurolat, evento preparatório para a assembleia geral de amanhã no organismo. “Todas as intervenções foram no sentido de solidariedade à presidenta Dilma e condenação do golpe institucional no Brasil”, relatou a senadora paranaense.
Também participa da comitiva o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), que, ao lado de Gleisi, em Lisboa, manteve conversações com Francisco Louçã, economista e dirigente do Bloco de Esquerda Português.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply