Slider

Opinião

Política

Notícias

Economia

Esporte

» » » » O novo diretor-presidente da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), nomeado por Temer, é um devoto da Globo

Nomeado nesta sexta-feira 20 novo diretor-presidente da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), após a polêmica exoneração de Ricardo Melo pelo governo interino antes do fim de seu mandato, o jornalista Laerte Rimoli já demonstrou, nas redes sociais, uma quase devoção à Globo, maior monopólio privado de mídia do mundo, onde já trabalhou no passado.

Responsável pela comunicação pública no Brasil, Rimoli também é conhecido por sua próxima relação com a família Marinho, proprietária do grupo de mídia. Em abril desse ano, ele postou no Twitter que sem a Globo e a novela diária contra o ex-presidente Lula no Jornal Nacional, o Brasil já teria se transformado em uma Venezuela.

Em outros posts, o jornalista já demonstrou ser um duro crítico do governo petista e devoto do presidente interino, Michel Temer. No final de abril, ele destacou em sua página no Facebook "o jeito suave e educado do presidente Temer (por enquanto, só do PMDB" e a "grossura" e o "destempero" de Dilma Rousseff, que para ele já era "carta fora do baralho", como destacou reportagem da Brasileiros.

Não à toa, um dia antes da nomeação de Rimoli à presidência da EBC, o jornal O Globo publicou um editorial em apoio à decisão de Michel Temer de "desaparelhar" o governo, em especial a EBC, que segundo o texto "fora convertida em instrumento de propaganda lulopetista".

Em entrevista à Agência Brasil nesta sexta, ele prometeu "devolver" a EBC à sociedade. "Nós vamos devolver esta empresa para a sociedade brasileira e vamos fazer o básico, que é jornalismo. Jornalismo como nós todos conhecemos, arroz com feijão. A empresa não pode servir a outros propósitos que não seja o propósito da informação", disse.

Do 247

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply