Slider

Opinião

Política

Notícias

Economia

Esporte

» » » A atriz Fernanda Torres diz que país se agarra aos instintos mais primitivos, com o acirramento da intolerância e do ódio no governo Temer

A atriz Fernanda Torres ressalta que o país se agarra aos instintos mais primitivos, com o acirramento da intolerância e do ódio no governo Temer:
‘O "fica, MinC" cresceu insuflado pelo "fora, Temer". Com a volta do ministério, quem aceitou dialogar com o Planalto foi tachado de oportunista, e os que insistem em negar o governo provisório enfrentam a ira dos pró-impeachment’, diz.
Ela acrescenta que a veiculação dos telefonemas de Sérgio Machado dá corpo às vozes pela impugnação do ex-vice. O time do pragmatismo econômico revida, esfregando os R$ 170 bilhões de rombo nas fuças do "volta, Dilma".
Destaca que o desemprego cresce, os estudantes ocupam, o MST invade e a polícia endurece. ‘O "homem cordial", que preferia o arranjo pessoal ao cívico, agoniza junto ao slogan interino "ORDEM E PROGRESSO"’, conclui (leia aqui).
Com o 247

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply